Home » 2022 » Saramago nas BE… ouve, vê, repara!

Centro Qualifica

PAA

Sugestões para Página

Arquivo

Saramago nas BE… ouve, vê, repara!

Os alunos do 3.º A da EB1 de Arganil associaram-se às comemorações do centenário do nascimento de José Saramago, assinalado a 16 de novembro de 2022, com a leitura comentada do seu livro O Lagarto. Este conto fantástico, apresentado pela professora bibliotecária, Arminda Ramos, narra o aparecimento, no Chiado, de um misterioso lagarto, que amedronta quem o vê. O texto e as imagens cativaram os alunos e suscitaram o diálogo à volta de múltiplas interpretações acerca da guerra, da paz, de acontecimentos da história portuguesa, dos sentimentos, da (in)existência de fadas, da linguagem e do estilo do autor. Deram, também, origem à recriação de fabulosos lagartos pessoais, inspirados na mensagem do livro.

Na sequência desta atividade, e aceitando a sugestão da professora Arminda e o repto da professora Eugénia, no dia seguinte, a turma visitou a exposição de José Saramago, presente na Biblioteca da Escola Secundária. Aqui, leram a biobibliografia do autor, folhearam alguns dos seus livros e reviram as obras dirigidas à infância que haviam lido, nomeadamente A maior flor do mundo, O lagarto e O silêncio da água. Deliciaram-se com a maqueta de Saramago em 3D e com a presença de a Maior Flor do Mundo, criada com materiais recicláveis, no ano letivo anterior, por todas as turmas da sua escola.

Nesta exposição chamaram-lhes, ainda, à atenção as fotografias do autor, nas quais sobressaiam as diversas posições das suas mãos, que desencadearam algumas questões: qual o significado de cada uma das posições das mãos observadas? quais as emoções que transmitem? qual a mensagem que Saramago tentava comunicar-nos?

Apesar do dia chuvoso, valeu a pena sairmos da EB1 de Arganil, pois a visita foi bastante interessante, complementou todo o trabalho realizado na sala de aula e na biblioteca escolar e permitiu-nos ouvir, abrir os olhos, ver e reparar, seguindo, assim, o conselho do nosso nobel da literatura: “Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara!”

Arminda Ramos e Eugénia Salgado

Autoavaliação

Projetos

Distinções